Perfil do Docente

 

Informações

  • Titulação: Professor Associado
  • Currículo: Lattes
  • Telefone: +55 (16) 3315-3902
  • E-Mail: dutra@usp.br
  • Grupo de Pesquisa: NPT

 

Área de Pesquisa

Sistemas de Informação para Controladoria;
EAD - Ensino a Distância;Ensino Contábil.

 

Biografia

Técnico em Contabilidade na modalidade EaD.Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Fundação Armando Álvares Penteado (1984), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (1987) e doutorado em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (1999). Fez Pós-Doutorado na University of Illinois at Urbana-Champaign na faculdade de Educação sobre Qualidade em EaD (2008-2009). É professor Livre-docente pela Universidade de São Paulo. Tem atuando principalmente nos seguintes temas: EaD, Tecnologias de Aprendizagem, Design Instrucional, Sistemas de Informação. Possui experiência, desde 1999, em diversos LMS como Webct, Teleduc e principalmente Moodle. Foi Coordenador de Design Instrucional do projeto USP/UNIVESP de 2010 a 2011. Foi responsável pela capacitação dos tutores no projeto REDEFOR entre 2011-2012. Coordenador do Núcleo de pesquisa NPT junto a pró-reitoria de cultura e extensão. Organizador do workshop NPT sobre EaD que está em sua décima segunda edição. Membro do comitê científico da ABED a partir de 2011. Orientador de IC na FEA-RP/USP e Mestrado e Doutorado em EaD na FEA-RP . Responsável pelo convênio Internacional entre a UNM- EUA e a FEA-RP/USP para intercâmbio de professores e alunos e desenvolvimento de um projeto de jogos de empresas em um ambiente multicultural. Coordenador da pesquisa internacional sobre recursos educacionais abertos em parceria com UCT (South Africa) e IDRC do Canada sobre REA em diversos países de 3 continentes (AL, Ásia e África). Projeto CNPq Modelo Vivencial de aprendizagem intercultural em simuladores de empresas (2014-2017). 459498/2012-2. Responsável pelo Projeto de cooperação internacional entre TNTECH e FEARP. doc 36869. 1. Intercâmbio de estudantes para aproveitamento de crédito 2 Intercâmbio de docentes 3. Programas acadêmicos especiais de curta duração. Pós-doutorado na UNM-USA para desenvolvimento de pesquisa acerca dos MOOC em 2016. Ganhador do prêmio-bolsa CANVAS em 2016 sobre OER. Responsável pelo convênio Oracle Netsuite Academy. O único da América Latina. Certificado de registro de computador BR 51 2015 000318-6. email: dutra@usp.br tel 16 3315-3902. Lattes - http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4701561E5 Google acadêmico - https://scholar.google.com.br/citations?user=2fxfB1IAAAAJ&hl=en ORCID - http://orcid.org/0000-0001-7755-9214 ResearchGate - https://www.researchgate.net/profile/Jose_Oliveira_Neto Web of Science ResearcherID B-3997-2011 Publons - https://publons.com/researcher/2810502/jose-d-dutra-oliveira/ Grupo de pesquisa sobre tecnologias educacionais: http://www.npt.com.br.

 

Artigos em Periódicos

  • Support Tools to Assist Scientific Writing: Assessment of Key Features to Construct a System for Production Engineering

    INTERNATIONAL JOURNAL OF BUSINESS INNOVATION AND RESEARCH. vol. 12, p. 353-362, 2017

    OLIVEIRA NETO, J. D.; REITH, RALF LANDIM; Santos, A.A.


  • O uso da tecnología direccionando aulas invertidas para promover aprendizagem ativa em contabilidade.

    REVISTA UNIVERSO CONTÁBIL. vol. 13, p. 50-, 2017

    OLIVEIRA NETO, JOSÉ DUTRA; TITTON, L. A.; GOMES, G. S.


  • Differentiation in Access to, and the Use and Sharing of (Open) Educational Resources among Students and Lecturers at Kenyan Universities

    OPEN PRAXIS. vol. 9, p. 173-194, 2017

    MULDER, F.; PETE, J.; OLIVEIRA NETO, JOSÉ DUTRA DE


  • Metodologias Ativas: Resultados de Múltiplas Experiências no Curso de Contabilidade

    TECNOLOGIA EDUCACIONAL. vol. s/v, p. 46-59, 2017

    OLIVEIRA NETO, JOSÉ DUTRA DE; GOMES, G. S.


  • Technology Enhanced Learning for higher education in Brazil

    ELEARN MAGAZINE. vol. 01, p. 01-, 2016

    OLIVEIRA NETO, JOSÉ DUTRA DE; GOMES, G. S.


Agenda Qualificações

Agenda Defesas

  • João Paulo Augusto Eça Open or Close

    Área:    Controladoria e Contabilidade

    Curso: Mestrado
    Data:    10/01/2020, às 15h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, bloco B2 da FEA-RP
    Título: Efeito das fontes de financiamento sobre a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa: evidências para o Brasil
    Autor: João Paulo Augusto Eça

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Maurício Ribeiro do Valle (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Tatiana Albanez (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - FEA) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Andrei Aparecido de Albuquerque (Universidade Federal de São Carlos - UFSCar)

    Prof(a). Dr(a). Marcelo Botelho da Costa Moraes (FEA-RP)

     

    Resumo: 

    Em mercados imperfeitos, caracterizados por forte presença de custos de falência, de custos de agência e de assimetria de informação entre os agentes, há imposição de restrição por parte dos credores à capacidade de financiamento externo das firmas. Com isso, considera-se que o investimento de empresas que sofrem restrição ao financiamento externo é dependente da geração de recursos internos (investimentos mais sensíveis ao fluxo de caixa). Entretanto, ao reconhecer a existência de características distintas entre as fontes de financiamento disponíveis, é possível que a restrição financeira sofrida pelas empresas possa ser diferente conforme a fonte de crédito utilizada pela empresa O que se questiona neste estudo é se as principais fontes de financiamento utilizadas pelas empresas são capazes de reduzir a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa e, consequentemente, a restrição financeira das firmas. Para responder a esta pergunta, o estudo contou com uma amostra de 153 companhias do setor industrial, tanto de capital aberto quanto de capital fechado, que foi subdividida entre firmas restritas financeiramente e não restritas (pelos critérios tamanho e rating). O modelo escolhido como base para as análises foi o de sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa, comumente utilizado em pesquisas que tratam de restrição financeira. Após as estimações, alguns resultados persistiram, a saber: i) a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa verificada para as empresas consideradas financeiramente restritas; ii) a relação não significativa entre as variáveis representativas do crédito bancário e subsidiado sobre a restrição financeira das empresas restritas (sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa) e iii) a relação negativa e significante entre a participação moderada da dívida de mercado de capitais e a restrição financeira das empresas restritas (sensibilidade negativa do investimento ao fluxo de caixa). Análises adicionais mostraram que as empresas que possuem participação moderada da dívida de mercado de capitais, em geral, têm maior heterogeneidade em sua estrutura de dívida, ou seja, acessam diferentes fontes de financiamento. Além disso, o estudo mostrou que as empresas que possuem acesso às diferentes fontes de financiamento aumentam seus investimentos nos períodos em que apresentam resultados adversos (queda do lucro ou, até mesmo, prejuízo contábil). Ao atingir resultados superiores nos exercícios subsequentes, essas empresas, em média, reduzem o volume de investimento. Tal comportamento explica, portanto, a sensibilidade negativa do investimento ao fluxo de caixa.

Atualização do site

  • Atualizado em: 13 Dezembro 2019, 18:58:35.