O Programa, com apoio do departamento de contabilidade e da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo iniciou em 2011 seu plano estratégico para construção de canais de intercâmbios internacionais e colaboração de pesquisa. Neste ano foram realizadas investigações e apresentadas sugestões de centros de interesse do Programa: University of Birmingham, University of Manchester, Politecnico di Milano, University of Leuven, London School of Economics.

Em 2012 o Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino e o Prof. Vinicius Aversari Martins visitaram a University of Birmingham, University of Manchester e Politecnico di Milano. No mesmo ano foi estruturada a primeira fase da colaboração: trazer docentes visitantes para cursos de curta duração. Os resultados já foram colhidos em Março e Abril de 2013. Da Manchester Business School, a Profa. PhD. Jean Shaoul (Professora Emérita da Manchester Business School) ministrou disciplina em inglês para turma de 2013, e da University of Birmingham, professores Ph.D. Richard Batley, Ph.D. Ron Hodges, Ph.D. Paul Jackson e Ph.D. Simon DeLay ministraram outra disciplina para mesma turma e foram realizadas reuniões de discussão de colaboração em pesquisa (research meetings).

A segunda fase do Programa está sendo elaborada com a ida de jovens doutores do departamento para realização de estágios seniores de seis meses a um ano, na University of Birmingham, nos departamentos de contabilidade da Birmingham Business School, e no Centro de Estudos em Governos Locais (Institute of Local Government) associado ao departamento de desenvolvimento internacional.

Em 2013, ainda foi realizada a segunda missão, com destino à University of Leuven, para conhecer a estrutura de grupos de pesquisa, e University of Birmingham para buscar tecnologia para o ensino de pôs graduação e estruturação de vias de doutorado direto.

Paralelamente ao esforço direcionado à Europa, a Profa Adriana Maria Procópio de Araújo conduziu o fortalecimento das relações com a Universidade de Illinois, em conjunto Prof. A. Rashad Abdel-khalik, diretor do Centro de Pesquisas em Contabilidade Internacional, VK Zimmerman Center, para projetos conjuntos incluindo intercâmbio de alunos e professores.

Outra fase da internacionalização é a realização de pós-doc de orientadores do Programa em instituições internacionais:

 

Orientador Ano Instituição Fomento
Adriana Maria Procópio de Araujo  2012-2013 University of Illinois. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
André Carlos Busanelli de Aquino 2011-2011 Universidade de Paris I, Panthéon-Sorbonne, UP1, França. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Amaury José Rezende 2009-2010 Justus Liebig - University Giessen (Alemanha), JLU, Alemanha. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
José Dutra de Oliveira Neto 2008-2009 University of Illinois - System, UILLINOIS, Estados Unidos. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Marcelo Botelho da Costa Moraes 2018-2018 Massachusetts Institute of Technology, MIT, Estados Unidos Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Sigismundo Bialoskorski Neto  2009-2009 Justus Liebig-Universität Gie en. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
  2014-2014 University of Surrey.  
Silvio Hiroshi Nakao 2012-2013 University of Sydney. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

 

 

 Clique aqui para maiores informações sobre internacionalização na FEA-RP.

 

 

Agenda Qualificações

Agenda Defesas

  • Ricardo Theodoro Open or Close

    Defesa de dissertação de Mestrado:
    Área:    Controladoria e Contabilidade
    Data:    27/11/2019, às 08h30 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, bloco B2 da FEA-RP
    Título: Ações discricionárias em cooperativas de crédito: aplicações da Lei de Benford
    Autor: Ricardo Theodoro

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Carlos Alberto Grespan Bonacim (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Alessandro Gustavo Souza Arruda (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS)

    Prof(a). Dr(a). Mateus de Carvalho Reis Neves (Universidade Federal de Viçosa - UFV) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Eugênio José Silva Bitti (FEA-RP)

     

    Resumo: 

    Trabalhos anteriores verificaram a presença de gerenciamento de resultados em cooperativas de crédito para income smooth utilizando regressões como técnica de identificação. Com isso, este trabalho buscou ampliar estas pesquisas verificando se existem cooperativas de crédito singulares que praticam ações discricionárias que divergem do padrão do setor através da utilização de uma técnica chamada Lei de Benford. Para isso, a Lei de Benford foi aplicada à todas as cooperativas de crédito singulares do Brasil no período de 2006 à 2017, para as contas Receita Operacional, Despesa, Caixa e PCLD. Dado o surgimento das Resoluções nº 4.434 e nº 4.454 em 2015 que dispõem, respectivamente, sobre a contratação de gestores e auditoria independente em cooperativas de crédito, foi realizado primeiro um recorte no período 2014 à 2017 e depois recorte destes quatro anos individuais. Os resultados apontam que a aplicação da Lei de Benford para um conjunto longo de períodos não captura variações no tempo, uma vez que determinadas ações discricionárias, como gerenciamento de resultados, tem como premissa o retorno do valor real em períodos futuros. Quando aplicado em anos individuais, é observado a presença de possíveis ações discricionárias que estejam fora o padrão normal das cooperativas de crédito. Embora o número de cooperativas presentes nos valores que mais destoam da Lei de Benford (que indicaria maior probabilidade de discricionariedade fora do padrão), o número de cooperativas que se repetem nas contas aumentou com o passar do tempo, apesar de minimamente. Estes resultados podem ser um indício de que as Resoluções nº 4.434 e nº 4.454 estejam contribuindo para que as cooperativas de crédito se adéquem ao padrão do setor.

Atualização do site

  • Atualizado em: 14 Novembro 2019, 21:34:12.