Agenda de Seminários Acadêmicos

Agenda Qualificações

Agenda Pré-Defesas

Agenda Defesas

  • Victor Augusto de Almeida Oliveira Open or Close

    Seguem informações a respeito de defesa de dissertação de Mestrado agendada na FEA-RP:

    Área:    Economia - Área: Economia Aplicada
    Data:    17/06/2019, às 10h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, bloco B2 da FEA-RP
    Título: Moeda eletrônica do Banco Central: uma introdução
    Autor: Victor Augusto de Almeida Oliveira

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Jefferson Donizeti Pereira Bertolai (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Luciano Nakabashi (FEA-RP)

    Prof(a). Dr(a). Alexandre Bevilacqua Leoneti (FEA-RP)

    Prof(a). Dr(a). Marcelo de Carvalho Griebeler (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) - vebconferência MCONF RNP

     

    Resumo: 

    O assunto “criptomoedas” tem recebido bastante atenção, seja por parte da mídia, de organismosO assunto “criptomoedas” tem recebido bastante atenção, seja por parte da mídia, de organismosinternacionais, de Bancos Centrais ou do meio acadêmico. Em particular, tem sidodiscutido se é de interesse dos Bancos Centrais a emissão de uma criptomoeda ou de umamoeda digital soberana. A diferença entre essas duas formas de acesso ao balanço do BancoCentral é a forma de transmissão de unidades monetárias entre os usuários. Enquanto acriptomoeda soberana possui transmissão por meio de um sistema descentralizado, a moedadigital soberana é transmitida em um sistema centralizado. Esta dissertação busca mostrarque o principal ponto que distingue os sistemas centralizado e descentralizado é a necessidadede monitoramento dos intermediários. Ademais, conclui-se que o sistema permissionadopode ser considerado centralizado pela necessidade de monitoramento dos agentes. Por fim,esta dissertação se propõe a discorrer sobre outras questões que envolvem a emissão de umamoeda eletrônica do Banco Central, em particular sobre os benefícios que podem advir dessainovação e sobre os efeitos que ela pode causar ao setor bancário.

  • Felipe dos Santos Costa Open or Close


    Seguem informações a respeito de defesa de dissertação de Mestrado agendada na FEA-RP:

    Área:    Economia - Área: Economia Aplicada
    Data:    26/06/2019, às 9h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, Bloco B2 da FEA-RP
    Título: Repasse cambial aos preços de importação e ao atacado para a indústria brasileira: uma análise via Global VAR
    Autor: Felipe dos Santos Costa

    Banca: Prof(a). Dr(a). Sérgio Kannebley Júnior (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Márcio Poletti Laurini (FEA-RP)

    Prof(a). Dr(a). Emerson Fernandes Marçal (Fundação Getúlio Vargas - FGV) - webconferência MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Mauro Rodrigues Júnior (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - FEA) - webconferência MCONF RNP

    Resumo:

    O repasse de choques cambiais, ou de custos produtivos em geral, para os preços é um problemaO repasse de choques cambiais, ou de custos produtivos em geral, para os preços é um problemachave para o controle da inflação pela autoridade monetária, sendo seu entendimentouma das ferramentas para tomadas de decisão de políticas. Na literatura, já se argumentouque a estimação do repasse cambial usando dados agregados pode levar a uma superestimaçãodo grau de transmissão dos choques e que a heterogeneidade das diferentes atividadeslevam a decisões de precificação e transferência de custos diferenciadas para cada uma.Utiliza-se então o Global VAR para estimar um modelo multi-setores, usando os preços deimportação e ao atacado dos setores da indústria de transformação brasileira, além do câmbioe preço do petróleo como variáveis globais, levando-se em conta os canais de transmissãode choques entre ambos preços como entre setores, buscando capturar possíveis efeitostransbordamento. Os resultados aqui obtidos estão em consonância com a literatura nacionale internacional, sendo que os preços de importação apresentam um repasse de cerca de80% no primeiro trimestre seguido ao choque, reduzindo para 73% após vinte trimestres, enquanto que para o atacado de cerca de 11% a 22% após ume vinte trimestres do choque,respectivamente. Emvista do método utilizando, estimou-se o grau de repasse de choquesde custo vindo do preço do petróleo para os preços de importação e ao produtor, sendoque após um trimestre do choque a transmissão era de 18% e 6%, e após vinte, 29% e 9%,respectivamente. 

  • Marcos Paulo Cambrainha da Costa Open or Close

    Seguem informações a respeito de defesa de dissertação de Mestrado agendada na FEA-RP:

    Área:    Economia - Área: Economia Aplicada
    Data:    07/08/2019, às 10h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, Bloco B2 da FEA-RP
    Título: Desafios para o estabelecimento de uma relação causal entre armas de fogo e criminalidade
    Autor: Marcos Paulo Cambrainha da Costa

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Luiz Guilherme Dácar da Silva Scorzafave (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Daniel Domingues dos Santos (FEA-RP)

    Prof(a). Dr(a). Daniel Ricardo de Castro Cerqueira (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA) - webconferência MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Rodrigo Reis Soares (Fundação Getúlio Vargas - FGV) - webconferência MCONF RNP

     

    Resumo: 

    Um aumento das ocorrências de tiroteios em massa em todo mundo, junto ao aumento da violênciaUm aumento das ocorrências de tiroteios em massa em todo mundo, junto ao aumento da violênciacomo um todo no Brasil, têm dividido lados quanto a eficácia das politicas de restrição aarmas de fogo enquanto politicas de segurança pública. Este trabalho apresenta duas abordagensdistintas de estimar o impacto da diminuição da prevalência de armas de fogo, induzidas peloEstatuto do Desarmamento, sobre a taxa de homicídios do estado do Ceará, entre 2000 e 2007.Os resultados dos mínimos quadrados em dois estágios indicam que o Estatuto do Desarmamentofoi pouco efetivo em diminuir o estoque de armas no Ceará. Os resultados do System GMMapontam para uma baixo poder explicativo da variação de armas na taxa de homicídios do Ceará,sendo este resultado robusto a dois meios de tratar o problema de simultaneidade da relaçãoentre armas e crimes.