VII Encontro de Professores de Ciências Contábeis

 

DATAS: 13 E 14 DE SETEMBRO DE 2013

LOCAL: ALTERAÇÃO DE LOCAL

Devido ao atraso na reforma do Anfiteatro Ivo Torres (FEA-RP/USP) o evento foi transferido para os seguintes locais:

- Sexta-feira (13/09): Anfiteatro no Bloco D (sala 226, 1º andar), da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP/USP) - mapa de acesso ao local

- Sábado (14/09): Sala 16 Bloco B da FEA-RP/USP

 

TAXA DE INSCRIÇÃO: R$ 60,00

Adicional de R$ 20,00 para adesão ao Coquetel de Encerramento (Total R$ 80,00)

A taxa de inscrição inclui:

- Certificado de participação;
- Pasta, bloco e caneta;

Adicional de R$ 20,00 inclui:

- Participação no coquetel de encerramento a ser realizado no Centro de Eventos Pingüim Chopperia (Centro).

Não haverá devolução da taxa de inscrição.

FICHA DE INSCRIÇÃO : INSCRIÇÕES ENCERRADAS

 

Agenda Qualificações

Agenda Defesas

  • Lucas Allan Diniz Schwarz Open or Close

    Área:    Controladoria e Contabilidade

    Curso: Mestrado
    Data:    14/02/2020, às 17h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, Bloco B2 da FEA-RP
    Título: Incerteza sobre a política econômica e estrutura de capital: evidências no Brasil
    Autor: Lucas Allan Diniz Schwarz

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Flávia Zóboli Dalmácio (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). José Elias Feres de Almeida (Universidade Federal do Espírito Santo - UFES) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Fernando Dal-Ri Murcia (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - FEA) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Marcelo Augusto Ambrozini (FEA-RP)

     

    Resumo: 

    Este estudo procurou investigar como a incerteza sobre a política econômica afeta as decisões de alavancagem das empresas brasileiras listadas em bolsas de valores. Primeiras evidências sugerem que firmas não-financeiras listadas empregam menos dívidas em suas estruturas de capital em momentos de maior incerteza sobre a política econômica (Lv & Bai, 2019; Zhang, Han, Pan, & Huang, 2015). A partir de dados trimestrais de 163 firmas não-financeiras brasileiras listadas na B3 entre março de 2010 e março de 2019, foi verificado que as firmas não-financeiras da amostra responderam a níveis elevados de incerteza sobre a política econômica com maiores níveis de alavancagem, mesmo quando controla-se as condições macroeconômicas, contrariando a perspectiva clássica apresentada pela Teoria do Trade-off para a relação entre incerteza e alavancagem. Os achados deste estudo são,ao menos preliminarmente,consistentes comaTeoriadoMarketTiming. Os resultados persistem em especificações que procuraram minimizar possíveis problemas de endogeneidade.

Atualização do site

  • Atualizado em: 16 Janeiro 2020, 15:38:53.