EM ANDAMENTO
 
 
FINALIZADOS
 
  

 

 

Agenda Qualificações

  • João Henrique Paulino Pires Eustachio Open or Close

    Área: Administração de Organizações


    Data: 22/10/2020, às 14:00 - horário de Brasília

     

    Local: Devido à contingência do COVID-19, a banca ocorrerá totalmente online e será transmitida publicamente.

    Link da Transmissão ao vivo: stream.meet.google.com/stream/3789788d-2a82-4ae2-8bd9-7bb51e712356

     

    Obs: Apenas usuários com contas "@usp" podem acessar a transmissão. Caso usuários que não possuam estas contas queiram assistir a sessão, deverão nos enviar (com antecedência) e-mail para "posgrad@fearp.usp.br" e enviaremos as instruções.  

    Título: Leadership for Corporate Sustainability: theoretical foundations and models


    Autor: João Henrique Paulino Pires Eustachio

     

    Comissão Examinadora:        

    Prof(a). Dr(a). Adriana Cristina Ferreira Caldana - (Presidente)

    Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - FEA-RP / USP

    Prof(a). Dr(a). Flávio Hourneaux Junior

    Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade / USP)

    Prof(a). Dr(a). Bárbara Galleli Dias

    Universidade Federal do Paraná

Agenda Defesas

  • Bruno Garcia de Oliveira Open or Close

    Área: Administração de Organizações

    Curso: Doutorado
    Data: 05/10/2020, às 13h00 (horário de Brasília)
    Local: Devido à contingência da COVID-19, a banca ocorrerá totalmente online e será transmitida publicamente.

    Link da transmissão ao vivo: https://stream.meet.google.com/stream/49be842b-36f3-44d2-9e32-dd5d9815dd75

    Obs: Apenas usuários com contas "@usp" podem acessar a transmissão. Caso usuários que não possuam estas contas queiram assistir a sessão, deverão nos enviar (com antecedência) e-mail para "posgrad@fearp.usp.br" e enviaremos as instruções.

     

    Título: Capacidades Dinâmicas para sustentabilidade na Amazônia: proposta de framework temporal
    Autor: Bruno Garcia de Oliveira

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Lara Bartocci Liboni Amui (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Nelson Oliveira Stefanelli (Fundação Instituto Capixaba de Pesquisa em Contabilidade, Economia e Finanças - FUCAPE)

    Prof(a). Dr(a). Márcio Lopes Pimenta (Universidade Federal de Uberlândia - UFU)

    Prof(a). Dr(a). Luciana Oranges Cezarino (Universidade Federal de Uberlândia - UFU)

    Prof(a). Dr(a). Luciano Munck (Universidade Estadual de Londrina - UEL

    Prof(a). Dr(a). Sonia Valle Walter Borges de Oliveira (FEA-RP)

     

    Resumo: 

    Estratégias para a sustentabilidade da Amazônia enfrentam desafios intertemporais, já que precisam simultaneamente gerar impacto socioeconômico no momento atual e garantir a manutenção da floresta para gerações futuras. Em face desse desafio, o objetivo da tese é analisar a relação do tempo da floresta com o desenvolvimento de capacidades dinâmicas para a sustentabilidade (CDS) em comunidades tradicionais amazônicas. A tese é exploratória e realiza estudo de caso múltiplo com empresas sustentáveis e inovadoras, além de painel de especialistas para proposição de um framework temporal do desenvolvimento de CDS na Amazônia. Os resultados contribuem para teoria e prática ao formular como as comunidades vivem no que se denominou tempo da floresta, uma orientação epifenomenal, cíclica e subjetiva do tempo. Elas vivem intensamente cada dia, partilham e se relacionam por afeto. Esta orientação é culturalmente compartilhada pelas comunidades tradicionais e as auxilia na manutenção sustentável da floresta e de suas próprias comunidades. Por outro lado, parceiros externos tendem a viver no tempo do mercado, potencialmente danoso à sustentabilidade por incentivar decisões focadas no curto-prazo (short-termism). Como forma de harmonizar orientações temporais diferentes e construir negócios sustentáveis na Amazônia, as empresas desenvolveram três CDS que reconfiguram rotinas operacionais e contribuem para alcançar sustentabilidade como vantagem competitiva: (1) cultura organizacional com foco no longo prazo, (2) integração estratégica e (3) inovação para sustentabilidade. A partir disso, a tese propõe um framework para descrever como as CDS se desenvolveram ao longo do tempo. Visto como processo temporal, os resultados obtidos sugerem que uma capacidade pode contribuir para o surgimento de outra, dentro de um processo de aprendizado cumulativo e dependente da trajetória. Como implicação prática, o framework pode orientar a ação estratégica de empresas interessadas na transição para a sustentabilidade. As contribuições práticas ressaltam a importância de se considerar o tempo da floresta como recurso organizacional para sustentabilidade, bem como sua importância na elaboração de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. Como implicação teórica, os resultados contribuem para descortinar como CDS surgem e se desenvolvem. Também gera ricos insights por meio de proposições para estudos futuros. As contribuições teóricas ressaltam a importância da lente do tempo no estudo de capacidades dinâmicas para sustentabilidade. Em especial, sobre como capacidades dinâmicas podem paradoxalmente equilibrar o trade-off intertemporal inerente ao conceito de desenvolvimento sustentável.