Inscrição para o Mestrado


Para concorrer às vagas no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Economia - Área: Economia Aplicada, o candidato deverá prestar o Exame Nacional de Seleção da ANPEC - Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia.


Informações a respeito do Exame ANPEC:
http://www.anpec.org.br/novosite/br

 

PROCESSO SELETIVO MESTRADO PARA INGRESSANTES EM 2021 

Edital PPGE 01/2020

 

 

 

 

 

 

Processos Finalizados

Ingressantes turma 2020

EDITAL PPGE 04/2019 (vagas complementares ao edital PPGE 01/2019)

Resultado final


EDITAL PPGE 01/2019 (Retificado)

Resultado final

Agenda Qualificações

Agenda Pré-Defesas

Agenda Defesas

  • André Luis Menegatti Open or Close

    Área:    Economia - Área: Economia Aplicada

    Curso: Mestrado
    Data:    10/11/2020, às 09h00 - horário de Brasília
    Local: Devido à contingência do COVID-19, a banca ocorrerá totalmente online e será transmitida publicamente.

    Link da transmissão: stream.meet.google.com/stream/81280150-c591-4257-aedb-d493e50cd50f

    Obs: Apenas usuários com contas "@usp" podem acessar a transmissão. Caso usuários que não possuam estas contas queiram assistir a sessão, deverão nos enviar (com antecedência) e-mail para "posgrad@fearp.usp.br" e enviaremos as instruções.

    Título: Medidas restritivas do uso de robôs em pregões eletrônicos: impactos nos leilões de café do Comprasnet
    Autor: André Luís Menegatti

    Banca: Prof(a). Dr(a). Cláudio Ribeiro de Lucinda (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Klênio de Souza Barbosa (Skema Business School)

    Prof(a). Dr(a). Rodrigo Menon Simões Moita (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - FEA)

    Prof(a). Dr(a). Bruno César Aurichio Ledo (FEA-RP)

    Resumo: 

    O pregão eletrônico é uma modalidade de licitação simplificada, estruturada como um leilão online. No âmbito da Administração Pública Federal, o Comprasnet é a principal plataforma para realização de pregões eletrônicos. A partir de 2008, começou-se a notar que algumas empresas recorriam a programas de computador para submeter lances de forma rápida e automática no Comprasnet. Entretanto, a disseminação da prática veio acompanhada de preocupações com possível violação ao princípio constitucional da isonomia entre participantes. Diante disso, foram instituídas duas regras visando a restringir o uso de robôs no Comprasnet. A primeira delas, implementada em janeiro de 2012, impôs o intervalo mínimo de 20 segundos entre lances subsequentes de um mesmo fornecedor (“Regra dos 20s”). A segunda, implementada em janeiro de 2014, impôs o intervalo mínimo de 3 segundos para cobrir a melhor oferta apresentada por um concorrente (“Regra dos 3s”). Nesse contexto, aplicou-se o método de diferenças em diferenças para estimar o efeito dessas regras nos preços e no número de participantes nos pregões eletrônicos do Comprasnet. Como grupo de controle, foram utilizados pregões eletrônicos realizados na Bolsa Eletrônica de Compras de São Paulo (BEC), plataforma semelhante ao Comprasnet, mas não atingida pelas regras de intervalo mínimo. Restringiu-se a amostra a leilões para aquisição de café realizados nessas plataformas entre 11/03/2011 e 31/12/2015. Os resultados indicam que a Regra dos 3s teria causado um aumento de preços de aproximadamente 15%. Em termos monetários, o efeito estimado da Regra dos 3s é um aumento de R$ 6 milhões nos gastos do Governo Federal com aquisição de café, entre janeiro de 2014 e dezembro de 2015. Não foi possível descartar a hipótese nula de ausência de efeito da Regra de 20s sobre os preços. No que diz respeito ao número de participantes, as regras de intervalo mínimo parecem estar associadas a um aumento da competição nos pregões eletrônicos do Comprasnet, mas a interpretação causal desse resultado exige maior cautela, diante de indícios de violação da hipótese de paralelismo de tendências.

  • Lívia Carolina Machado Melo Open or Close

    Área: Economia - Área: Economia Aplicada

    Curso: Doutorado
    Data: 06/11/2020, às 08h30 (horário de Brasília)
    Local: Devido à contingência da COVID-19, a banca ocorrerá totalmente online e será transmitida publicamente.

    Link da transmissão ao vivo: stream.meet.google.com/stream/fe4ac072-5da0-48b9-91f6-db5248429026

    Obs: Apenas usuários com contas "@usp" podem acessar a transmissão. Caso usuários que não possuam estas contas queiram assistir a sessão, deverão nos enviar (com antecedência) e-mail para "posgrad@fearp.usp.br" e enviaremos as instruções.

    Título: Ensaios em Macroeconometria: ciclos econômicos, políticas econômicas e expectativas dos consumidores
    Autor: Lívia Carolina Machado Melo

    Banca: Prof(a). Dr(a). Fábio Augusto Reis Gomes (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Cleomar Gomes da Silva (Universidade Federal de Uberlândia (UFU))

    Prof(a). Dr(a). Edilean Kleber da Silva Bejarano Aragon (Universidade Federal da Paraíba - UFPB)

    Prof(a). Dr(a). Gian Paulo Soave (Universidade Federal da Bahia - UFBA)

    Prof(a). Dr(a). Roseli da Silva (FEA-RP)

    Prof(a). Dr(a). Luciano Nakabashi (FEA-RP)

    Resumo: 

    Esta tese é composta por três ensaios que estudam os ciclos econômicos. O primeiro ensaio estima, por meio de modelos autoregressivos com mudança de regime de Markov, os ciclos econômicos da indústria do Rio Grande do Sul e analisa como a taxa de juros, dívida do governo e a evolução da taxa de câmbio afetam tais ciclos. O segundo ensaio aplica modelos autoregressivos com mudança de regime de Markov com probabilidades de transição variantes no tempo para estimar os ciclos econômicos do produto interno bruto brasileiro. O terceiro ensaio investiga se o índice de confiança do consumidor afeta o nível de atividade econômica do Brasil. Para tanto se estimam modelos de vetores autoregressivos e a resposta do produto e consumo ao impulso da inovação do índice de confiança do consumidor. Além disto, aplica-se a metodologia de mudança de regime markoviano para investigar se a volatilidade de tal inovação é informativa quanto ao estado da economia brasileira.