Segunda, 20 Outubro 2014 13:17

PESQUISA APONTA PERCEPÇÃO DA COMUNIDADE SOBRE O LIXO, RECICLAGEM E SUSTENTABILIDADE

Avalie este item
(0 votos)

Oitenta e cinco por cento da comunidade da FEA-RP não sabe quantos quilos ou o volume de lixo que gera por dia. Esse é um dos resultados apresentados pela pesquisa USP Recicla e Meio Ambiente: o olhar da FEA-RP, aplicada no primeiro semestre de 2013 e que ouviu 103 pessoas, dentre alunos de graduação, pós-graduação, docentes e servidores da Faculdade.

A pesquisa mostrou ainda que 100 respondentes não sabem qual o destino do lixo comum da USP e 95 não sabem o destino dos recicláveis gerados pela Universidade.

"O lixo é um tema 'maldito', ninguém quer saber o tanto que produz e muito menos o que é feito dos nossos descartes diários. Isso é cultural, precisaríamos de campanhas nacionais e municipais de grande abrangência", explica a coordenadora da Comissão USP Recicla da FEA-RP, professora Valquíria Padilha. De acordo com ela, o Brasil está bastante atrasado em relação às políticas públicas socioambientais e de resíduos, bem como Ribeirão Preto e a própria USP.

Para mudar a situação de desconhecimento por parte da comunidade, a Comissão USP Recicla da FEA-RP publicou os resultados da pesquisa em um livreto que foi distribuído aos docentes e funcionários, além de todas as Comissões do USP Recicla no Campus, Prefeitura e Superintendência de Gestão Ambiental (SGA) da Reitoria, que financiou o projeto.

No livreto, há também informações sobre o Programa USP Recicla e as ações realizadas no Campus, além das ações implementadas pela Comissão na Faculdade.

Os alunos também terão acesso ao material, que estará em vários pontos da Faculdade. Quem tiver interesse em receber um exemplar, pode pegar diretamente com o funcionário Júlio César Borges (Bloco A, sala 40) ou com a professora Valquíria Padilha (Bloco C, sala 06).

- USP Recicla
A pesquisa constatou ainda que, apesar de 66% dos respondentes conhecerem o USP Recicla, eles não sabem explicar exatamente o que é o Programa. Segundo Valquíria, é preciso criar novas formas de comunicação junto à comunidade USP em geral e na FEA-RP em particular.

A professora destaca ainda que o ideal seria que cada Unidade do Campus tivesse um funcionário técnico especialista em educação ambiental que cuidasse da gestão ambiental. "Mas como isso não ocorre na USP, nosso trabalho é invisível e lento."

Ela destaca que a Comissão USP Recicla da FEA-RP faz um trabalho contínuo na Unidade, mas ainda há muito que avançar. "Depende de todos nós, precisamos ficar atentos às propostas da Comissão, que segue as diretrizes do Programa USP Recicla e da SGA e que procura atender alguns pontos da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que é lei federal", explica.

 

cartilha pesquisa usp recicla

- A pesquisa
A pesquisa USP Recicla e Meio Ambiente: o olhar da FEA-RP foi coordenada pela professora Valquíria e pela educadora ambiental do Campus, Daniela Sudan. Participaram da realização e análise da pesquisa o professor Evandro Saidel, a servidora técnica Roseli Aquino-Ferreira, da Faculdade de Medicina (FMRP) e as alunas da FEA-RP, Mariela Abatti e Mariele Borges Rios.

Lido 1835 vezes