Sexta, 04 Outubro 2019 10:18

Exportações para Estados Unidos aumentam em nível nacional e regional

Avalie este item
(0 votos)

Entre os meses de agosto de 2018 e 2019 o Brasil aumentou suas exportações principalmente para a China e Estados Unidos. A China passou a importar mais algodão, minérios de manganês e cobre, açúcar e tabaco. Já os Estados Unidos teve crescimento por conta dos óleos de petróleo ou de minerais betuminosos.

 

A Região Metropolitana de Ribeirão Preto (RMRP) aumentou suas exportações para os EUA em 86% e em 141,6% para a Rússia, como mostra a figura abaixo:

 

Destino das Exportações da Região Metropolitana de Ribeirão Preto
(Acumulado em 12 meses, em milhões de dólares de Jul./2019)

Fonte: Comex Stat. Valores ajustados pelo CPI. Acumulado em 12 meses, em bilhões de dólares de Jul./2019

 

O grande aumento para os EUA se deve pela alta das vendas de álcool etílico não desnaturado com teor acima de 80%, que aumento 7 vezes em relação ao mesmo período no ano anterior. A cidade de Ribeirão Preto registrou aumento para os Estados Unido (92,3%), Malásia (25,9%) e Chile (209,9%).

 

As informações são do Boletim Comércio Exterior de setembro de 2019, elaborado pelos pesquisadores Armando Henrique e Eduardo Teixeira, sob supervisão do professor Luciano Nakabashi, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.

 

Por: Maria Paula Soeltl, Assessoria de Comunicação da FEA-RP.

Lido 90 vezes Última modificação em Sexta, 04 Outubro 2019 10:22