Quarta, 20 Março 2013 19:40

Professor Rudinei apresentou estudo sobre perdas de água em São Paulo

Avalie este item
(0 votos)

O professor Rudinei Toneto Junior participou dia 19 de março, no câmpus da USP em São Paulo, de uma entrevista coletiva para apresentar o estudo "Perdas de água: entraves ao avanço do saneamento básico e riscos de agravamento à escassez hídrica no Brasil", desenvolvido em conjunto com Carlos Saiani, do Instituto Mackenzie.


O estudo, desenvolvido pelo Núcleo de Estudos de Economias de Baixo Carbono da FEA-RP e financiado pela ONG Trata Brasil, estudou a situação das perdas de água do país, com foco nas grandes regiões, nos estados e no grupo das 100 maiores cidades brasileiras. O estudo utilizou os números oficiais mais recentes e se baseou nas perdas financeiras dos provedores dos serviços informadas ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades.


Fez-se uma correlação das perdas de água com a receita operacional dos operadores e foram simulados possíveis ganhos com a melhoria da eficiência com redução das perdas. Com relação ao impacto ambiental, comparou-se a situação das perdas de água com a situação da disponibilidade hídrica em estados e regiões.


De acordo com o estudo, em 2010, as perdas de faturamento das empresas operadoras com vazamentos, roubos e ligações clandestinas, falta de medição ou medições incorretas no consumo de água, alcançaram, na média nacional 37,5%. Uma redução de apenas 10% nas perdas no País agregaria R$ 1,3 bilhão à receita operacional com a água, equivalente a 42% do investimento realizado em abastecimento de água para todo o País naquele ano.


O press release divulgado na coletiva está disponível neste link. E o book completo do estudo pode ser baixado clicando aqui.

Lido 2838 vezes Última modificação em Quarta, 20 Março 2013 19:54