Segunda, 02 Dezembro 2019 16:44

Arrecadação de impostos segue em alta

Avalie este item
(0 votos)

A arrecadação de impostos, em nível nacional, aumentou 0,5% em setembro de 2019 em relação ao mesmo mês em 2018, atingindo um total de R$ 77,3 bilhões. O maior destaque foi para o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), que teve um avanço de 5,8%. O aumento desse tipo de imposto se deve pela melhora dos rendimentos do trabalho assalariado e de aposentadoria dos setores privados e públicos.

 

 

O total nacional acumulado nos últimos nove meses (entre janeiro e setembro de 2019) foi de R$ 778,5 bilhões, um aumento de 2,7% em relação ao mesmo período de 2018.

 

Arrecadação de Impostos Federais no Brasil (Acumulado entre Janeiro e Setembro) - Total Arrecadado e Variação % em relação ao ano anterior

Fonte dos dados: Receita Federal
Nota: Dados em R$ de set. de 2019.

 

O estado de São Paulo teve um total arrecadado de R$29,8 bilhões em setembro de 2019, uma queda de 1,1% quando comparado ao mesmo mês do ano anterior. Houve queda significativa do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRRPJ), de 10,1%, e do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), de 7,8%.

 

Já a região de Ribeirão Preto teve um valor superior em setembro de 2019 comparando com o ano anterior. O aumento foi de 2,8%, atingindo um total de R$ 429,2 milhões. O IPI apresentou queda de 11,4% e o IRRF avançou 15%.

 

As informações são do Boletim de Termômetro Tributário de novembro de 2019, realizado pelos pesquisadores Eduardo Carvalho e Pedro Roveri, com supervisão do professor Sergio Nahuriko Sakurai, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.

 

Por Maria Paula Soeltl, Assessoria de Comunicação da FEA-RP.

Lido 88 vezes