Terça, 11 Junho 2019 12:57

Exportações e importações estão estagnadas desde janeiro

Avalie este item
(1 Voto)

Nos últimos quatro meses as exportações e importações estão praticamente estagnadas, com variações negativas de 1,24% e 1,1%, respectivamente, no período de janeiro a março de 2019. Os dados estão no Boletim de Comércio Exterior de maio, elaborado pelos pesquisadores Eduardo Teixeira e Armando Henrique, sob a coordenação do professor Luciano Nakabashi, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.

 

Evolução das Exportações, Importações e Saldo da Balança Comercial do Brasil – (acumulado de 12 meses em bilhões de dólares)

Fonte: Comex Stat. Período: Jan./2015 a Abr./2019. Deflator: CPI

 

O saldo acumulado da balança comercial nos quatro primeiros meses deste ano apresentou uma variação negativa de 8,7% em relação ao período do ano anterior, atingindo quase US$ 56,3 bilhões. As exportações tiveram um acúmulo de aproximadamente US$ 235 milhões e as importações US$ 179 bilhões.

 

A taxa de câmbio nominal do dólar teve a sua maior alta desde setembro de 2018, atingindo o valor de R$ 3,90. De acordo com os pesquisadores: “Tal aumento se deve, pelo menos em parte, ao fim do clima de euforia com a troca de governo, principalmente devido à falta de habilidade política apresentada pelo presidente e pela equipe responsável pela articulação política, com efeitos sobre a capacidade de conduzir as reformas que são cruciais para o andamento da economia, como, por exemplo, a aprovação da reforma da previdência”. Outro fator que influenciou também foi o fraco desempenho econômico apresentado no primeiro trimestre.

 

O estado de São Paulo apresentou no saldo comercial acumulado até abril de 2019 um déficit de 9,5 milhões, o maior desde maio de 2016. Tal déficit tem como explicações a alta nas importações de óleos brutos de petróleo (815,28%), células solares (372,1%), hidróxido de sódio em solução aquosa (276,5%) e enxofre (166%).

 

Para a região metropolitana de Ribeirão Preto o saldo foi positivo em todo o período. O acumulado em 12 meses das importações somou US$ 395 milhões enquanto as exportações totalizaram US$ 1,78 bilhões, resultando um saldo comercial de US$ 1,39 bilhões.

 

Por Maria Paula Soeltl, Assessoria de Comunicação da FEA-RP.

 

 

Lido 478 vezes Última modificação em Terça, 11 Junho 2019 14:59