Quarta, 17 Abril 2013 18:03

Faculdade divulga posicionamento sobre o Pimesp

Avalie este item
(2 votos)

A Congregação da FEA-RP, em reunião realizada em 27 de março, divulgou sua posição sobre o Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista (Pimesp). De acordo com o colegiado, a Congregação manifestou que a política proposta é inicialmente insuficiente para resolver o problema da inclusão.

 

Segundo o documento elaborado, "esse problema se encontra, na verdade, na qualidade do ensino médio público". A Congregação recomendou que a USP estabeleça projetos que auxiliem na melhoria desse ensino, em conjunto com a Secretaria da Educação, "de forma que nos principais municípios do Estado de São Paulo se tenha unidades de ensino médio de qualidade reconhecida".

 

Foram sugeridas ainda algumas alterações para aprimorar o Pimesp como política suplementar. Confira, na íntegra:

 

1- Que a política de cotas seja uma política de estado não permanente, mas sim com um horizonte temporal definido;


2- Que se estabeleçam critérios de excelência e de "notas de corte mínimas", de modo que os ingressantes cotistas que não atinjam estas notas de corte sejam encaminhados para os "Colleges". Estas notas de corte não significam a impossibilidade do ingresso na Universidade, mas sim o encaminhamento entre os que fariam os "Colleges" e os que ingressariam nas carreiras universitárias já estabelecidas atualmente, a não ser que haja vontade expressa do cotista em cursar o "College".


3- Que os "Colleges" sejam distribuídos em vários locais do Estado de São Paulo, em número suficiente, e tenham atuação definida por área de conhecimento como as áreas de Humanas, Biológicas, e Exatas;


4- Que as atividades de ensino sequencial dos "Colleges", a serem implantadas pela UNIVESP, possam contar com a eventual colaboração das unidades profissionalizantes – aplicadas – da USP e também com a colaboração da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, pois esse é o órgão que tem experiência para harmonizar essa política com o ensino de grau médio no estado de São Paulo.

 

Veja também: Faculdade discute o Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público.

Lido 2516 vezes Última modificação em Quarta, 17 Abril 2013 18:08