Martes, 07 Abril 2020 13:01

Quinto comunicado à comunidade acadêmica

Rate this item
(0 votes)

 

Prezados(as) colegas,

 

Quero expressar meu profundo agradecimento a todos que, de diversas formas, estão garantindo o ambiente de intensa cooperação e trabalho na USP.

 

Já são três semanas de suspensão das aulas presenciais e duas de redução das atividades administrativas nos campi e de incentivo ao teletrabalho. Com a determinação de hoje, 06/04, do Governo do Estado de São Paulo, serão mais 15 dias de isolamento social. A USP cumprirá a quarentena sem data definida para retorno às atividades presenciais. A Reitoria fará a orientação em momento oportuno.

 

Mais do que nunca, as universidades estão demonstrando sua importância para a sociedade. A USP é um exemplo de instrumento de enfrentamento à pandemia por suas pesquisas nos diferentes laboratórios, pelo desenvolvimento de novas técnicas e equipamentos e pela atuação direta e ininterrupta nos hospitais e postos, cuidando da saúde da população. A superação neste momento de intensa crise acontece sem deixar de dar continuidade às atividades letivas e culturais e sem nunca descuidar da segurança de seus servidores e estudantes.

 

Nos meus 50 anos de trajetória na Universidade, nunca tinha visto a USP ser tão respeitada pelas autoridades, notadamente as da área da saúde, pela grande mídia e pela população em geral. A sociedade, prontamente, compreendeu que todo o dinheiro investido nesta Instituição pública, gratuita, de pesquisa e de padrão internacional está retornando de forma clara e multiplicada em benefício social. Um reflexo desse reconhecimento é a sociedade nos utilizar como fonte de informação científica confiável, como se denota no grande número de acessos às páginas do Jornal da USP registrado nas últimas semanas.

 

Na parte de ensino, tenho a satisfação de constatar que quase 90% das disciplinas de graduação com abordagem teórica ou teórico-prática estão sendo oferecidas, utilizando-se da tecnologia e da criatividade de professores e estudantes. As dificuldades iniciais vão sendo superadas a cada dia. O problema de alguns alunos em conseguir acesso à internet será minimizado com a distribuição programada de modens e chips para celulares, alugados pela Universidade. Na pós-graduação, as atividades didáticas, de orientação, exames de qualificação e até defesas de teses e dissertações estão em ritmo elevado, apesar de, em algumas situações, as atividades laboratoriais não poderem ser realizadas de forma plenamente satisfatória.

 

Os esforços na área do ensino têm grande repercussão na sociedade e na carreira de nossos alunos ao reduzir o período de recuperação e evitar o risco de perda do ano letivo. Certamente, ao sairmos desta crise sem precedentes, a sociedade necessitará de profissionais competentes e a USP estará mais uma vez presente, inserindo no mercado de trabalho seus 15 a 16 mil formados de 2020. No que tange ao vestibular 2021, o calendário será mantido.

 

Na parte de pesquisa, a atuação da nossa instituição é marcante. Em poucos dias, quase uma centena de grupos começaram ou direcionaram suas pesquisas para temas relacionados à covid-19. Pela larga experiência dessas equipes, os resultados têm sido imediatos. Tudo isso está sendo feito simultaneamente ao aumento das atividades assistenciais nos hospitais, centros de saúde e nos internatos estudantis e residências. Todo esse esforço está sendo compilado para apresentação à sociedade na página do Jornal da USP.

 

As atividades culturais e de extensão, em alguns casos, foram intensificadas, mesmo não sendo oferecidas presencialmente. A USP rapidamente disponibilizou programação cultural variada para a população pensando em colaborar com o isolamento social e trazer às famílias momentos de convívio diferenciados. Recomendo que acompanhem a programação nos sites cultura.usp.br ou prceu.usp.br, que tiveram, nos últimos dias, mais de 30 mil acessos.

 

Toda essa agilidade é prova de que a USP é uma instituição madura academicamente e estava preparada para responder a esse desafio. Mais ainda, a Universidade continua atuante para resolver os problemas graves da sociedade durante a crise.

 

Por tudo isso, agradeço a cada docente que se esmera para manter as atividades didáticas e de pesquisa, se adaptando e se adequando à nova realidade; agradeço a cada funcionário e funcionária técnico e administrativo, que presencialmente ou remotamente, estão garantindo a consecução de suas tarefas; agradeço a cada estudante, que se empenha na busca ininterrupta por conhecimentos para dar continuidade à sua formação; e aos pós-doutorandos, professores visitantes e pesquisadores, que se desdobram para manter as suas pesquisa. Faço agradecimento especial aos colegas profissionais da saúde, que, diuturnamente e incansavelmente, atuam nos nossos complexos hospitalares, trazendo conforto à população atemorizada e perplexa.

 

Quero encerrar com uma mensagem otimista em relação ao futuro. A postura dos nossos estudantes é a garantia de um amanhã melhor para o país. São inúmeros os que organizaram grupos para se ajudar mutuamente nas tarefas didáticas, vários deles tomaram iniciativas muito criativas para colaborar com os colegas com menos recursos. Alunos se dispuseram a auxiliar os docentes menos familiarizados com as ferramentas de informática, outros se propuseram a melhorar o material preparado para que fosse colocado à disposição de toda a sociedade. Temos alunos voluntários para a realização dos exames de diagnóstico e outros que pernoitam nos laboratórios para acelerar os estudos imprescindíveis no combate da doença.

 

Esses jovens criaram um ambiente altamente motivador para nós, docentes e servidores, e, com seu dinamismo e generosidade, estão colocando a USP como uma instituição para solucionar e superar as adversidades ainda imensuráveis pelas quais estamos passando.

 

Reforço meus agradecimentos e desejo muita saúde a todos.

 

Vahan Agopyan, reitor da USP

06/04/2020

 

 

 

 

 

 

Read 200 times Last modified on Jueves, 09 Abril 2020 13:33