Wednesday, 20 October 2021 13:12

Metade dos municípios do Estado de São Paulo está abaixo da média em índice de desenvolvimento

Rate this item
(0 votes)

Uma análise coordenada por professores da FEA-RP aponta que cerca de 50% dos 645 municípios paulistas estão abaixo da média no Índice CEPER, que mede o desenvolvimento local. As informações consideram os anos de 2013, 2015 e 2017.


O Índice CEPER tem como objetivo mensurar o nível de desenvolvimento dos municípios. Trata-se de um indicador composto que aborda com igual ponderação os seguintes parâmetros: crimes contra o patrimônio; saúde; longevidade; educação; renda; e saneamento.


Os professores Amaury Patrick Gremaud, Luciano Nakabashi, Rudinei Toneto Júnior e os pesquisadores Marcos Júnio Ribeiro, Vitor Zambello, Rafael de Castro Perez, Nícolas Volgarine Scaraboto e Francielly Almeida participaram da elaboração do indicador.


Apesar de uma porção relevante de municípios se encontrarem abaixo da média, no geral, a média dos municípios aponta para um desenvolvimento moderado do estado. Entre 2013 e 2017, o índice cresceu aproximadamente 4,0%. Esse crescimento decorre, sobretudo, da melhora nos índices crime e saúde.


“Quando olhamos para os municípios com melhores e piores pontuações de desenvolvimento, notamos que várias cidades menores tiveram fraco desempenho, sendo influenciadas pelo fato de possuírem, por exemplo, menor renda e sistema de saúde mais precário” explicam os pesquisadores.


Por outro lado, as cidades com melhor desempenho são aquelas de médio porte, notadamente municípios que aliam alta renda, proximidade de grandes centros urbanos e infraestrutura de saúde bastante desenvolvida, como é o caso de Botucatu, 1◦ lugar no ranking desde 2015.


Já municípios de grande porte como São Paulo, Osasco, Santo André e Guarulhos, embora apresentem níveis acima da média no quesito renda, possuem elevado nível de crimes contra o patrimônio, o que piora suas colocações no índice.


Confira o Boletim completo aqui.


Por: Maria Clara Rodrigues, Assistência de Comunicação da FEA-RP.

Read 147 times