Tuesday, 03 September 2019 15:39

País continua com saldo positivo para emprego formal em junho

Rate this item
(0 votes)

O mês de junho fechou com a criação líquida de 48.436 vagas de emprego formais, sendo esse o melhor resultado desde 2013. O setor que teve o maior volume de contratações foi o de Serviços, com destaque para os segmentos de atividades de atendimento hospitalar e transporte. 

 

 

O setor com pior desempenho foi o da Indústria, com o fechamento de 7.898 postos de trabalho com carteira assinada, com péssimos resultados na  área de confecção de peças do vestuário e fabricação de calçados de couro. O Índice de Confiança da Indústria (ICI), da Fundação Getúlio Vargas (FGV) caiu 1,5 pontos e atingiu o seu menor nível desde outubro de 2018.

 

Para o Estado de São Paulo o mês de junho encerrou com um saldo positivo também, de 18.262 vagas de emprego formal. O setor de agropecuária foi o que teve mais contratações, com destaque para o segmento de atividades de apoio à agricultura. Seguindo a tendência nacional, o setor industrial apresentou fechamento de 1.251 vagas de emprego.

 

A Região Administrativa de Ribeirão Preto (RARP) teve novamente o saldo mensal negativo, com redução de 493 vagas em junho de 2019. O setor que teve maior número de demissões também foi o da Indústria, seguido pelo da Construção Civil. Para o município de Ribeirão Preto o saldo para o mês de junho também foi negativo.

 

As informações são do Boletim de Mercado de Trabalho de agosto de 2019, feito pelas pesquisadoras Ingrid Nossack e Francielly Almeida, sob coordenação do professor doutor Sergio Naruhiko Sakurai da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.

 

Por: Maria Paula Soeltl, Assessoria de Comunicação da FEA-RP.

Read 83 times Last modified on Tuesday, 03 September 2019 15:43