Friday, 05 April 2019 12:41

China continua sendo a maior parceira comercial do Brasil

Rate this item
(1 Vote)

A China mantém a liderança como principal importadora de produtos brasileiros, seguida dos Estados Unidos, Argentina, Holanda, Chile e Alemanha. Soja e óleos brutos de petróleo representam as maiores demandas do país asiático. É o que mostra o boletim Comércio Exterior de março de 2019, elaborado pelos pesquisadores Eduardo Teixeira e Armando Henrique, sob a coordenação do professor Luciano Nakabashi, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.



Entre março de 2018 e fevereiro de 2019, as exportações brasileiras acumularam US$ 240,32 bilhões. Na comparação do acumulado com março de 2017 a fevereiro de 2018, as exportações para a China cresceram 34,1%, enquanto que para os Estados Unidos cresceram 3,1% e 15,9% para o Chile. As exportações para a Argentina caíram 25,9% devido à situação econômica recessiva do país.



No estado de São Paulo o resultado foi similar: observa-se aumento das exportações para Estados Unidos (13,5%), China (45,6%), México (9,3%) e Chile (17,7%).

 

A China mantém sua posição como principal destino das exportações da Região Metropolitana de Ribeirão Preto (RMRP), porém com trajetória de queda de -6,1% no período. A RMRP aumentou suas vendas para Estados Unidos, Coreia do Sul e Tailândia. O crescimento foi de de 35%, 55,5% e 110,7%, respectivamente. A grande variação observada para a Tailândia pode ser explicada pela maior demanda por resíduos sólidos da extração do óleo de soja.

 

Por: Leonardo Rezende, Assessoria de Comunicação da FEA-RP.

Read 518 times