Ralph Melles Sticca pesquisa a relevância da contabilidade nas relações com o Fisco e busca propor maior clareza nas normas tributárias no que tange ao hedge accounting, com o intuito de reduzir o risco de autuações fiscais decorrentes da identificação das operações financeiras de hedge nas companhias brasileiras. Administrador e contador formado pela FEA-RP/USP, atua como advogado tributarista em Ribeirão Preto e São Paulo. É professor dos cursos de MBA da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Tributários (INPET).
 
 
ralph1  

Perguntamos ao Ralph sobre sua decisão de fazer mestrado e como vê a condução do programa. 

Quando me formei em Administração em 2003 sabia que minha relação com a FEA-RP não acabaria ali. Voltei para cursar Ciências Contábeis em 2007 e ao formar-me, em 2009, tinha certeza de que o próximo passo seria o mestrado - era um período de intensas mudanças na legislação societária, enquanto as normas contábeis brasileiras convergiam para os padrões internacionais.
Em minha atuação profissional, conhecer profundamente a contabilidade é pré-requisito, pois toda a legislação tributária se apóia em conceitos extraídos da contabilidade, tanto societária como gerencial, bem como a parte mais relevante da atual Lei das S.A. (Lei nº. 6.404/76) diz respeito aos critérios de reconhecimento, mensuração, evidenciação e elaboração de demonstrações financeiras - para as interpretar e aplicar é preciso mais que conhecimentos jurídicos.

 

 

A necessidade de aprofundamento, bem como o interesse pela docência – ministro aulas em MBA desde 2008 – levaram-me a buscar o mestrado em Controladoria e Contabilidade, que também impacta positivamente a atividade profissional, principalmente quando se trata de prestação de serviços baseada na produção de conhecimento, como é o caso da advocacia empresarial.

 

Porque Contabilidade em Ribeirão Preto?
Durante os 5 anos em que cursei Administração na FEA-RP o curso fora reconhecido como o melhor do país, ainda que em instituição localizada fora do eixo Rio-São Paulo. O mesmo ocorreu com o curso de Ciências Contábeis. Creio que a qualidade de ensino da FEA-RP deve-se a sua derivação histórica da FEA-SP, mas principalmente ao pioneirismo dos professores que se arriscaram a sair da "metrópole" para promover o ensino de excelência no interior de São Paulo.
Hoje, o número reduzido de turmas, o nível de titulação e de publicação dos professores e o ambiente profícuo de negócios na região fazem da FEA-RP um benchmark, e não uma escolha conveniente. O mesmo se aplica a Ribeirão Preto, região com grande concentração de instituições de ensino e a terceira maior em potencial de consumo no país – e as companhias já perceberam este movimento, trazendo para cá seus escritórios, sucursais e centros de serviços compartilhados.

 

Como mestrado lhe ajudou?
Ter cursado mestrado na USP – e, sobretudo na FEA – trouxe-me inúmeros benefícios: a qualidade técnica dos artigos dados como leitura obrigatória, a profundidade das discussões em sala de aula e o estudo intensivo de metodologia da pesquisa científica foram diretamente incorporados a minha atividade profissional; já o contato com professores e alunos, assim como a própria titulação proporcionaram maior e melhor rede de contatos profissionais e convites para ministrar aulas, inicialmente em MBAs.

 

O que diria a quem esta pensando na carreira acadêmica?
A carreira acadêmica na área de negócios pode sim ser coordenada com a experiência profissional – conhecer a fundo o objeto de estudo é relevante para o desenvolvimento da pesquisa científica. Por isso, recomendo que o mestrado seja também parte de um plano de amadurecimento profissional, e não somente uma escolha definitiva pela carreira acadêmica. Ter vencido desafios profissionais após a graduação e antes do mestrado foram determinantes para o meu melhor aproveitamento no programa.
Mesmo durante o curso pude perceber avanços consideráveis no programa, que se adaptou bem às realidades atuais do mercado, sem qualquer prejuízo à qualidade de ensino e pesquisa e ao nível de cobrança dos alunos – de fato, este é o grande desafio da academia: estudar com embasamento científico e metodológico temas de relevância para a sociedade. E é por isso que recomendo o mestrado também aos empreendedores, executivos e profissionais liberais, que poderão aplicar o conhecimento adquirido no curso em situações práticas de sua profissão

 


Agenda Qualificações

Agenda Defesas

  • Lucas Allan Diniz Schwarz Open or Close

    Área:    Controladoria e Contabilidade

    Curso: Mestrado
    Data:    14/02/2020, às 17h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, Bloco B2 da FEA-RP
    Título: Incerteza sobre a política econômica e estrutura de capital: evidências no Brasil
    Autor: Lucas Allan Diniz Schwarz

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Flávia Zóboli Dalmácio (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). José Elias Feres de Almeida (Universidade Federal do Espírito Santo - UFES) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Fernando Dal-Ri Murcia (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - FEA) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Marcelo Augusto Ambrozini (FEA-RP)

     

    Resumo: 

    Este estudo procurou investigar como a incerteza sobre a política econômica afeta as decisões de alavancagem das empresas brasileiras listadas em bolsas de valores. Primeiras evidências sugerem que firmas não-financeiras listadas empregam menos dívidas em suas estruturas de capital em momentos de maior incerteza sobre a política econômica (Lv & Bai, 2019; Zhang, Han, Pan, & Huang, 2015). A partir de dados trimestrais de 163 firmas não-financeiras brasileiras listadas na B3 entre março de 2010 e março de 2019, foi verificado que as firmas não-financeiras da amostra responderam a níveis elevados de incerteza sobre a política econômica com maiores níveis de alavancagem, mesmo quando controla-se as condições macroeconômicas, contrariando a perspectiva clássica apresentada pela Teoria do Trade-off para a relação entre incerteza e alavancagem. Os achados deste estudo são,ao menos preliminarmente,consistentes comaTeoriadoMarketTiming. Os resultados persistem em especificações que procuraram minimizar possíveis problemas de endogeneidade.

Atualização do site

  • Atualizado em: 29 Janeiro 2020, 16:01:47.