Sexta, 09 Agosto 2019 14:34

USP regulamenta intercâmbio para pós-graduandos nacionais

Avalie este item
(1 Voto)

 

Em uma iniciativa inédita no Brasil, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação criou o Programa de Mobilidade de Estudantes de Pós-Graduação de instituições nacionais para a realização de pesquisas e atividades de pós-graduação na USP.

 

O programa regulamenta as atividades de pós-graduandos nacionais que são realizadas na Universidade, muitas vezes de maneira informal. Por meio do programa, o aluno passará a ter registro no sistema Janus, Certificado de Programa Mobilidade, carteirinha USP, acesso às bibliotecas, alimentação, atividades esportivas e atendimento no Hospital Universitário.

 

“O objetivo do programa é aumentar a mobilidade do estudante entre as universidades brasileiras. Quando o aluno tem a oportunidade de interagir com outra instituição ele incrementa seu trabalho, entra em contato com outras pesquisas e isso agrega valor ao seu trabalho. Outra vantagem é que as publicações feitas em parceria com outras instituições, mesmo brasileiras, tem um impacto maior daquelas com apenas autores da USP”, explicou o pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Jr.

 

Para se inscrever, o aluno deverá fazer uma solicitação à Comissão Coordenadora do Programa (CCP) de interesse, com uma carta de recomendação de seu orientador, um cronograma das atividades a serem desenvolvidas e um parecer do docente USP que ficará responsável pela supervisão. É necessário que a instituição de origem firme um Termo de Adesão com a USP.

 

O período de permanência do estudante no programa deverá ser de três a 12 meses, prorrogável por até 12 meses.

 

“Esperamos que o programa aumente a interação entre grupos de pesquisa, seja na mesma área ou em uma pesquisa interdisciplinar, melhorando a qualidade da produção científica brasileira e o impacto das nossas publicações. Vale a pena investirmos nesse tipo de colaboração com instituições nacionais”, ressaltou Carlotti.

 

A Pró-Reitoria buscará acordos de reciprocidade com outras universidades do Brasil, para que nossos alunos também possam ter esta experiência em centros de pesquisas de excelência nacionais.

 

Por Erika Yamamoto, Assessoria de Imprensa da USP

Arte: Jornal da USP

Lido 214 vezes Última modificação em Sexta, 09 Agosto 2019 14:40